My Family e Eu

Preparando o Jantar!

Já mencionei aqui antes que uma das minhas paixões é cozinhar (e comer também, é claro). Para mim, a cozinha é a parte mais importante da casa e é aonde passamos mais tempo, mesmo com visitas e a salinhatoda arrumada para recebê-las, o papo sempre vai é para a cozinha mesmo. Cozinhar é terapia para mim; uma mesa farta é sempre muito convidativa e eu, que nunca fui saideira, se tiver que escolher entre sair para jantar e receber amigos em casa vou fácil na segunda opção.

Antes da Izabella nascer, e até ela começar a rolar e engatinhar agressivamente para lugares que eu não sabia que existiam, eu sempre cozinhei bastante. Fazia ranguinhos elaborados, jantares com entradas, prato principal e sobremesa (e, se desse tempo, aquela tabuinha de queijos safadinha no final) mas, com a chegada da cria aqui em casa, tudo mudou: virei adepta dos congelados, comidas rápidas, engolir tudo correndo pra dar atenção para a baby e daí rumo ladeira abaixo… No topo disso tudo eu estudo, vou para a aula duas vezes por semana, tenho um segundo curso à distância e trabalho full time, então, no momento, a coisa está meio tumultuada, mas, ainda assim, tento fazer um jantar pelo menos umas três vezes por semana, no qual podemos sentar decentemente e ter uma conversa adulta. Sinto muita falta disso e lá em casa, desde pequenas, minhas irmãs e eu fomos acostumadas a comer à mesa com meus pais, todos juntos, falando ao mesmo tempo e contando causos que aconteceram durante o dia. Eu quero passar isso para a Bella e, se Deus quiser, para os outros filhos que eu vou ter.

O prato que eu fiz hoje foi o mais comum do mundo: estrogonofe (strogonoff?) de carne, com a receita um pouquinho diferente da que a gente faz no Brasil; um purezinho de batatas para acompanhar e, de sobremesa – que não deu tempo de endurecer hoje e vai ter que ficar para amanhã – manjar de côco com calda de ameixas.

Vou postar a receitinha do strogonoff e do purê aqui:

Descasquei umas batatas e coloquei para cozinhar. (pausa dramática para a dificuldade)

A carne que eu usei foi o Lean Steak, que foi dourado na frigideira com alho, páprica doce, sal, pimenta e um pouquiiinho de farinha de trigo, pois sempre fico na neura de que no final ele não vai engrossar. Passei a carne para a panela de pressão e, na mesma panela que eu dourei a carne, fritei umas cebolas e coloquei lá junto; cobri com uns dedinhos de água e joguei uns temperinhos ali dentro: salsinha, uma misturinha polonesa que acho que é meio que o equivalente ao nosso caldo em cubinhos e uma massinha de tomate. Deixei ali na pressão por uns vinte minutinhos e, enquanto a carne cozinhava, eu fatiei os cogumelos e salteei na frigideira com um pouco de manteiga. Reservei.

Tirei a batata do fogo e bati no liquidificador com um pouquinho de leite, manteiga, uma colher de cream cheese e uma colherinha de mostarda inglesa (bem ardidinha, lembra o gosto da raiz forte/wasabi). Acho mais rápido e prático bater a batata no liquidificador para fazer o purê, fica mais homogêneo, enfim, eu curto e acho que salva tempo.

Purê terminado, voltei para o meu strogonoff: tirei do fogo, adicionei os cogumelos que estavam reservados à “mixxxtura” e um pouco de creme fraiche (rola adicionar creme de leite também, eu uso creme fraiche por ser mais azedinho). Fiz uma saladinha para acompanhar e deu.

Fotos em sequência:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Tempo total de preparo: 30-40 minutos.

Fico muito curiosa para saber como as outras mamães fazem para administrar a casa, marido e filhos. Hopefully, um dia o bloguinho vai bombar de leitores que virão aqui me contar como funcionam as coisas nas outras casas também. Amém? Amém.

Depois eu posto a receita e fotos do manjar. Bom apetite!

Baci!

Navegação de Post Único

8 opiniões sobre “Preparando o Jantar!

  1. Nossa, deu água na boca!

    Curtir

  2. Elisabeth Simões em disse:

    Oinn… quanta delicia!!!! adorei seu blog Beth, copiar suas dicas dicas rsrsrsrs, bjus para Belinha esta cada vez mais linda, Parabéns!!! bju bju!!

    Curtir

  3. Amei, adoro estrogonofe mas vc sabe como sou ruim de cozinha!!! E essa mesa, nossa, nunca comi assim em casa, hoje em dia então!…
    Não sei como vc arranja tempo, admirável!
    Ia cobrar a receita do manjar, mas já tenho! Rsrsrs

    Curtir

  4. Nayra em disse:

    Beth, eu amo de paixão estrogonofe. Sua receita é fácil e ótima. Tomo a liberdade de deixar outra aqui pra vc experimentar (se é que já não o fez).

    Depois de dourar a carne temperada e as cebolas, despeje nela a seguinte ‘mixxxxtura’:

    Creme de leite
    Molho Inglês
    Mostarda
    Ketchup

    É maravilhoso e garanto que fica bem grossinho sem precisar da farinha! Beijos e tô amando seu blog.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

ROBERTA BITENCOURT DE ANDRADE

moda beleza acessórios penteados cabelo maquiagem unhas decoradas tendência dicas decoração

Viajando com Pimpolhos

Ficou fácil viajar com crianças!

Valentina na estrada | Viagem, uma herança de pai para filho

Experiência em viagens com nossa filha Valentina transformadas em histórias e dicas para pais que viajam com bebês e crianças.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

A periquita amarela

Fica na casa da sogra enquanto viajamos...

%d blogueiros gostam disto: